Página Inicial Imprimir
Menu
Boas Vindas
1
Visitante não-Pagão
1
1° Vez aqui?
1
Artigos
1
Enciclopédia
1
Eventos
~~~~~~~~~~~~
Interatividade
1
Cursos Online
1
a
 
Definições
O que é Bruxaria?
1
O que é Wicca?
1
O que é Paganismo?
1
O que é Neopaganismo?
1
O que é Xamanismo?
1
O que é Druidismo?
==
O que é Neodruidismo?
1
Equívocos Comuns
1
Os Treze Princípios
1
Indicação de Livros
1
Inquisições e o surgimento do Cristianismo
1
Outras definições
1
Os Sabbats
1
Os Esbás
1
Ritos de Passagem (Novo)
1
Fases da Lua
a
 
Contato
Formulário de Contato
1
Orkut
1
Siga-nos no Twitter!
a
 
a
 
Busca


 
 
 
Que marcas você quer deixar no planeta? Calcule sua Pegada Ecológica. 
 

Os Sabbats

Atravessando o ano com a Bruxaria

Antigamente, quando o Deus e a Deusa eram tão reais quanto o Sol e a Lua, os rituais eram desestruturados - eram uma comunhão alegre e espontânea com o Divino. Depois, os rituais passaram a observar o ciclo do Sol através do ano astrológico e das estações, e também dos ciclos lunares mensais.

A Roda do Ano muitas vezes grafados como Sabbat, Sabat, Sabath ou simplesmente Sabá, eram primordialmente celebrações do Dia Sagrado, a data em que o Deus Judaico-cristão fez para o descanso.

Este descanso foi interpretado por Gerald Gardner como o "Dia de Festas" e por isso, teve nome para as datas das festas Wiccanas, ou "dias de descansos e celebrações". Então, são consideradas épocas de celebração na Wicca, e permaneceram assim. Normalmente nenhum "feitiço", ou magia ou cura, é realizado nos Sabbats, a menos que haja alguma emergência. Os feitiços são normalmente realizados nos Esbats. Antigamente os Sabbats, eram ocasiões em que os bruxos celebravam a natureza, eram as grandes reuniões de Bruxos registradas pelos antigos escritores e retratadas por artistas. Nos Esbats, reverenciava-se a sabedoria da Grande Mãe. O ponto máximo do Esbat é o ritual de puxar a lua , ou seja, imantar uma sacerdotisa com a energia da Deusa.

Mais um esclarecimento importante: Sabbat não é sinônimo de missa negra. Não custa repetir: não é usado nenhum símbolo ou objeto cristão. Nenhuma oração cristã é lida - nem de trás para frente nem de frente para trás. Não são feitos nem sacrifícios nem orgias.

Durante os Sabbats são celebrados, em grupo ou solitariamente, os ciclos do nascimento, maturidade, morte e renascimento do Deus, e sua profunda relação com a Deusa.

São quatro Sabbats maiores e quatro Sabbats menores. O Deus reina durante a metade do inverno do ano, quando não é possível colher as plantas e a humanidade dependia do sucesso da caçada. Os meses do verão do ano, são regidos pela Deusa, que cuida das colheitas. Por isso o ano é originalmente dividido em duas partes. Mas o sentido dos Sabbats são a revelação da vida do Deus, que nasce, cresce, morre e renasce na roda solar. As divisões são em Samhain e Beltane. Samhain cai no final de outubro, Beltane no final de abril. Essas duas metades foram então divididas em quartos, com celebrações marcando os pontos médios das metades do verão e do inverno. Na metade após o inverno era Imbolc, no final de janeiro. A metade após o verão era Lughnasadh, no final de Julho.

Clique nos nomes dos Sabbats para conhecer mais sobre cada um:

Sabbat
Hemisfério Sul
Hemisfério Norte
1 de Maio
31 de Outubro
21 de Junho (aprox.)
21 de Dezembro (aprox.)
1 de Agosto
2 de Fevereiro
20 de Setembro (aprox.)
20 de Março (aprox.)
31 de Outubro
1 de Maio
21 de Dezembro (aprox.)
21 de Julho (aprox.)
2 de Fevereiro
1 de Agosto
20 de Março (aprox.)
20 de Setembro (aprox.)

 

comente

<< Voltar

__________________________________________________________________________________________

"A natureza grita, mas poucos escutam. Pense em sua responsabilidade e compromisso com o MEIO AMBIENTE. Viva de forma SUSTENTAVEL! Lembre-se dos 3 R's:  REDUZA o uso, REÚSE o que puder, RECICLE tudo o que for possível."

Aries Touro Gêmeos Cancer Leão Virgem Libra Escorpião Sagitário Capricórnio Aquário Peixes